Blog

001

A primeira característica dos diversos tipos de nobreak que você precisará escolher é a potência. O nobreak tem a sua potência representada em volt-ampere. Cabe dizer que que quanto maior o Volt Ampere, mais equipamentos conectados ele suportará. Para calcular a potência é necessário fazer o seguinte cálculo: some a potência em watts dos equipamentos que serão ligados a ele e multiplique o resultado por 1,2. Adicione uma margem de 20% a 30% a mais para contemplar eventuais aparelhos adicionais que sejam usados. Você terá, assim, a potência que seu No-break deverá possuir para suprir suas necessidades.

Pode parecer bobagem, mas não se esqueça de checar a voltagem do No-break que você está pensando em comprar, pois nem todos os modelos são bivolt, ou seja, adequados tanto para 110V ou 220V. Confira a compatibilidade desse aparelho com a rede elétrica que o suportará.

Uma das vantagens do uso de nobreak é que eles possuem baterias capazes de fornecer a energia elétrica necessária no caso de queda do fornecimento. Cada modelo possui uma autonomia diferente, então é aconselhável verificar por quanto tempo é possível trabalhar sem luz elétrica no local. Portanto, se você trabalha ou mora em uma localidade em que a falta de energia pode durar muitas horas, este é um detalhe importante para garantir sua satisfação com o equipamento adquirido. Há dois tipos de nobreak: o convencional, que é o bastante para a maior parte de usuários individuais e o inteligente, que possui um chip capaz de gerenciar o funcionamento de redes através de um software de controle. Esta versão pode preservar o funcionamento do servidor quando o fim da autonomia de suas baterias estiver próximo. Portanto, no caso de uma rede, como nas empresas, o ideal é optar pelo No-break Inteligente.

Outro aspecto que pode parecer óbvio, mas é desconsiderado por muitos na hora de escolher o No-break, é a assistência técnica – serviço oferecido pelos grandes fabricantes. Como se trata de um dispositivo de segurança, a última coisa que se precisa é de um No-break com mal funcionamento e ainda por cima sem assistência técnica satisfatória, não é mesmo?

Leave a Comment

Your email address will not be published.